n

Saber Mais

CARTOGRAFIA DAS CANTORAS NEGRAS E INDÍGENAS DA BAHIA

Consiste em realizar um panorama socioeconômico do trabalho das cantoras negras e indígenas da música baiana, compondo um diagnóstico sobre a participação destas mulheres nos negócios da música. O mapeamento é uma realização da Plataforma Frequências Preciosas e faz parte da dissertação "Cantoras afro-latino-americanas no ecossistema da música baiana: dados ocupacionais, desafios e perspectivas", de Júlia Salgado.

Participe da pesquisa e seja uma Preciosa


PARTICIPAR

Protagonizando música de mulheres negras e indígenas

Para protagonizar as vozes e a arte das mulheres negras e indígenas, destacando cantoras e compositoras brasileiras da música independente, surgiu, em meio à pandemia, o Frequências Preciosas. Uma plataforma de ações culturais, com difusão, formação, pesquisa e inovação. Desde maio de 2020, quando foi criado pela artista baiana Viviane Pitaya, o projeto vem desenvolvendo um importante trabalho de mapeamento e divulgação de trabalhos musicais em todo o Brasil.

Instagram